Regina Duarte: Conheça a sua incrível história

Regina Duarte : Você provavelmente conhece a atriz que é considerada a namoradinha do Brasil. Que tal descobrir muito mais sobre sua história e carreira?

Regina Duarte é uma das maiores atrizes da televisão brasileira. Assim, já atuou em peças publicitárias e começou sua carreira na emissora Globo com a novela “véu de noiva”. Porém, a atriz tem uma carreira muito antes de iniciar na emissora.

A artista completou em 2015, 50 anos de televisão! Isso porque aos 14 anos ela já havia começado a atuar, em um teatro de estudantes. Assim em 2020 estará completando 55 anos de carreira. Então Regina também estudou Balé Clássico e nasceu em Franca, SP.

Quem é Regina Duarte?

Nascida em 5 de fevereiro de 1947, Regina Duarte é filha de Dulce Blois (dona de casa) e do Tenente reformado do exército, Jesus Duarte. Regina é a mais velha de seus 4 irmãos.

Em torno de seus 6 anos de idade, ela se mudou para Campinas, onde viveu a maior parte de sua juventude. Regina era de uma família humilde, e para completar a renda, seu pai vendia sapatos e galinhas na feira.

Regina conta que certa vez estava em um ônibus e leu, a partir de um ator a peça de O diário de Anne Frank. Então ela conta que a partir de então teve um interesse muito maior pela carreira.

Então sua primeira peça de teatro foi O auto da Compadecida, onde ela interpretou o palhaço. Assim, a partir dessa experiência, a atriz decidiu que seria uma profissional, e passou a buscar uma agência de publicidade.

A atriz conseguiu seu primeiro personagem na televisão a partir de Walter Avancini, que viu uma publicidade da artista. Desta forma, ele a convidou para um teste em uma novela chamada A Deusa Vencida. Então em 1965, Regina teve seu primeiro trabalho nas telinhas.

Quais os trabalhos de Regina Duarte?

As principais participações da atriz, foram já na rede Globo, onde começou na década de 70:

1971 ” Minha doce namorada”

Regina Duarte participou como protagonista na novela. A produção foi de uma história romântica. Assim, a partir dela, mais a frente a revista Veja faria a associação de “A namoradinha do Brasil”.

1972 “Selva de Pedra”

Selva de Pedra foi a segunda participação de Regina na Globo. A novela também foi de um romance, onde a artista contracena com Francisco Cuoco. Então foi de um sucesso imenso.

1979 “Malu Mulher”

Em 1979, Malu Mulher foi um grande marco na carreira de Regina Duarte. Isto porque se tratava da personagem Malu, uma mulher divorciada e mãe. Por retratar uma independência feminina, a produção gerou reflexão na audiência.

A novela diz respeito à condição da mulher nos anos 70. Trata-se da exposição da mulher brasileira em seu cotidiano, suas lutas e dificuldades. Por isso “Malu Mulher” revolucionou a tv da época.

1985 “Roque Santeiro”

Em Roque Santeiro, a atriz viveu uma de suas personagens mais populares. Porcina, que era uma viúva extremamente espontânea, também revelou o lado cômico de Regina. A artista contou que aprendeu muito com a personagem.

1990 “Rainha da Sucata”

Já pelo ano de 1990, Regina Duarte foi convidada por Silvio de Abreu para participar da novela Rainha da Sucata. A atriz interpretou Maria do Carmo, que tinha como principal vilã a personagem Laurinha, feita por Glória Menezes.

2011 Remake de “O Astro”

Outro papel muito importante para Regina foi o de Clo Hayalla, no remake de “O Astro”. A artista conta que foi seu primeiro papel como vilã, em toda sua trajetória. E isso fez com que a produção marcasse sua carreira.

Além de todas as novelas feitas, Regina também fez diversas peças teatrais e participou de 14 filmes. Outras emissoras também contaram com sua participação em algumas novelas.

Curiosidades sobre Regina Duarte

Regina começou sua carreira na televisão quando foi descoberta em um comercial de refrigeradores! Walter Avancini viu a produção e a convidou para participar de sua novela.

Porém, o caminho não foi totalmente de flores. Logo no primeiro roteiro, Regina conta que teve de decorar mais de 20 páginas de falas. Para ela foi muito difícil, pois seu costume era de 8 ou 10 falas de cerca de uma linha.

Além de tudo, o tempo para decorar as falas foi curto. Então, no dia da apresentação, Regina teve muita dificuldade, pois não tinha conseguido decorar. O diretor ainda exigiu muito em um momento que a personagem teria de chorar.

Portanto, a atriz afirma que teve uma crise de choro, em frente de tanta pressão. Ela afirmou que chorou por cerca de 2 horas, e o ensaio foi adiado para o dia seguinte. Regina afirma que foi uma situação traumatizante.

A atriz também possui fortes opiniões. Regina é declaradamente apoiadora de Jair Bolsonaro. Isso trouxe conflitos, com José de Abreu e diversas outras figuras que possuem opiniões divergentes. A artista não teme expor sua opinião.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.